Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Morfologia » Adjetivo e Advérbio: traços que os distinguem

Morfologia

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Adjetivo e Advérbio: traços que os distinguem


Entre o adjetivo e o advérbio há traços que os fazem distinguir entre si, necessários, portanto, ao nosso conhecimento.





Em se tratando do adjetivo e do advérbio, há traços que os fazem distinguir entre si
Em se tratando do adjetivo e do advérbio, há traços que os fazem distinguir entre si



Inseridos no universo da morfologia, não raras são as vezes em que nos sentimos apegados a questionamentos diversos, dadas as particularidades das classes que compõem esta parte da gramática. Falando nelas, um aspecto parece emergir com total relevância – o fato de uma determinada palavra, a depender do contexto em que se encontrar inserida, mudar de uma classe a outra.

Acessando o texto “Entendendo acerca do processo de substantivação” teremos a oportunidade de conferir um pouco mais de perto sobre todos os aspectos que norteiam a ocorrência em que essas mudanças se fazem presentes. E, como não poderia ser diferente, dúvidas persistem quando o assunto se refere a duas importantes classes gramaticais, ora representadas pelo adjetivo e pelo advérbio.

Assim, pelo fato de se constituírem de características semelhantes, sobretudo em se tratando do advérbio de modo, valeconscientizarmo-nos dos traços que os distinguem.

Nesse sentido, uma noção básica deve ser pontuada: o adjetivo flexiona, ou seja, ele varia; enquanto que o advérbio não se apresenta passível de tais mudanças, haja vista que ele se caracteriza como uma classe invariável.  Vamos às diferenças, portanto?

O adjetivo e o advérbio se constituem de traços distintos
O adjetivo e o advérbio se constituem de traços distintos

Elas, uma vez elencadas, façamos tais diferenciações por meio de alguns exemplos, aos quais assim nos subsidiam:

A aluna respondeu feliz a pergunta ao professor.

O termo “feliz” seria um adjetivo ou um advérbio de modo?

Acerca dessa questão devemos, primeiramente, analisarmos se cabe ao enunciado a flexão que lhe é correspondente, assim manifestada:

As alunas responderam felizes a pergunta ao professor.  

Cabe ressaltar, portanto, que se trata de um adjetivo.

Vejamos outro exemplo:

O professor falava baixo, fato que dificultava a compreensão dos alunos.

Temos agora um termo que se encontra diretamente relacionado ao verbo(falava) e que não admite flexão. Logo, inferimos se tratar de um advérbio.