Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Ortografia » Empregando o C e o Ç

Ortografia

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Empregando o C e o Ç


Algumas palavras, sobretudo as que apresentam fonemas parecidos, como o C e o Ç, costumam gerar dúvidas quanto à ortografia.





Apesar de serem fonemas idênticos, o c e o c com a cedilha possuem particularidades que devem ser consideradas no momento da escrita
Apesar de serem fonemas idênticos, o c e o c com a cedilha possuem particularidades que devem ser consideradas no momento da escrita



Quanto ao som... quase que idênticos!!!

Eis um, senão o único, dos aspectos motivadores de tantos questionamentos no momento da escrita. E com toda certeza, acomete uma infinidade de usuários. Contudo, tal problemática tende a desaparecer mediante a prática da escrita e, não deixando de ressaltar, o hábito constante da leitura, pois à medida que estabelecemos contato com esta, compartilhamos com novos discursos e, assim, ampliamos nosso léxico.

Para tanto, no intuito de alavancarmos nossos conhecimentos rumo à aquisição destas habilidades, compartilharemos com algumas informações acerca das particularidades inerentes à ortografia de determinados vocábulos, especialmente as grafadas com as letras c e ç. Vejamos:

Emprega-se a letra “C”:

* Tal vocábulo possui som de /s/ em consonância com as vogais “e” e “i”.
Exemplos:

cidade
cedo
coice
meiguice
precioso
civilizado...


Emprega-se “Ç”:

* Em palavras de origem árabe, tupi, ou africana.
Exemplos:

muçulmano
caçula
araçá


* mediante alguns sufixos terminados em: -ância, -ência.
Exemplos:

infância
tolerância


* Em alguns sufixos representados por -aça, -aço, -uça.
Exemplos:

mulheraça
amigaço
dentuça


* Outros terminados em -açar , -içar.
Exemplos:

estilhaçar
caçar
escorraçar
espreguiçar


* E ainda, aqueles terminados em: -ção, -ança, -ença.
Exemplos:

canção
criança
crença