Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » O uso das preposições

Sintaxe

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

O uso das preposições








O uso das preposições está relacionado à transitividade verbal
O uso das preposições está relacionado à transitividade verbal

O uso das preposições está relacionado à nossa competência linguística. Sendo assim, conhecê-las e utilizá-las corretamente é, sobretudo, papel decisivo na construção de nossos discursos cotidianos. De tal modo, ocupemo-nos a discorrer acerca de algumas características a elas relacionadas, principalmente no que diz respeito à transitividade verbal e, consequentemente, à regência de alguns verbos.

Temos ciência de que alguns verbos, levando em consideração o contexto em que são empregados, ora se classificam como transitivos diretos, ora como transitivos indiretos e, por essa razão, provavelmente por algum descuido ou até mesmo por falta de conhecimento por parte do emissor, o uso das preposições deixa a desejar, tendo em vista o padrão formal que rege a língua. Dessa forma, de modo a evitarmos alguns erros, vejamos alguns casos relevantes:

* Aqueles são os rapazes que as garotas gostam.

Analisando a transitividade do verbo gostar, concluímos que o discurso precisa ser reformulado, tornando-se assim materializado:

Aqueles são os rapazes de quem as garotas gostam.

* Essa é a amiga que confio.

Ora, quando confiamos, confiamos em alguém. Portanto, por que não dizermos:

Essa é a amiga em que confio.

* Este é o livro que me refiro.

É simples, sempre quando nos referimos, fazemos referência a algo ou a alguém. Portanto:

Este é o livro a que me refiro.

* Eis a chance que eu precisava.

Acreditem! Quem precisa, precisa de algo ou de alguém. Logo, observemos:

Eis a chance da qual eu precisava.

Não somente tais exemplos, mas também vários outros, ilustram o caso em questão. Por isso, devemos estar bem atentos quanto à transitividade verbal, para atribuirmos ao verbo a regência adequada.