Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Pontuação » ), (:), (?), (!), (-) » Particularidades de alguns sinais de pontuação: (.), (

), (:), (?), (!), (-)

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Particularidades de alguns sinais de pontuação: (.), (;), (:), (?), (!), (-)








Ao estabelecermos uma análise comparativa entre a linguagem oral e a escrita, constatamos que ambas são demarcadas por alguns aspectos que as fazem divergir entre si. Entre estes, citamos os sinais de pontuação que, uma vez evidenciados, reproduzem as entonações e pausas proferidas por meio da oralidade.

Conjuntamente a esta finalidade, há também outras atribuições a eles destinadas. Entre tais, destacamos: distinguir determinadas palavras ou frases em um dado contexto linguístico, de modo a conferir-lhes uma ênfase maior, como também evidenciar graficamente as pausas conferidas mediante a elocução - consideradas como resultantes da sintaxe estabelecida pelos termos constituintes.

Usualmente, os sinais de pontuação que mais se destacam são: ponto-final, ponto e vírgula, ponto de exclamação, interrogação, dois-pontos, travessão, reticências, aspas, parênteses, vírgula e colchetes.

Atendo-nos a uma análise acerca de suas principais características, estabeleceremos familiaridade com cada um deles, uma vez analisados de modo particular:

Ponto-final [ . ]:

Caracteriza-se por indicar uma pausa maior no discurso, pautando-se pelas seguintes finalidades:

* Indicar o fim de uma frase declarativa.
Ex: Os convidados demonstravam-se contentes durante todo o evento.

* Representar as abreviaturas.
Exemplos:

bibl. = bibliografia
C.C. = Código Civil
a.C. = antes de Cristo
obs. = observação
Me. = mestre
Rev.mo = Reverendíssimo

Dica importante:

Os símbolos referentes às unidades do sistema métrico decimal e aos elementos químicos não são acompanhados do ponto-final.
Exemplos:

Kg, m, cm, Hg, Au, K, Pb, dentre outros.

Ponto e vírgula [ ; ]:

Representa uma pausa maior que a vírgula e um pouco menor que o ponto-final, sem, contudo, encerrar o período. Sua utilização encontra-se relacionada aos seguintes casos:

* Separar as orações inerentes a um período muito extenso, principalmente se em uma delas já houver a presença da vírgula.

Ex: Dos mais de cem funcionários daquela empresa, apenas uma pequena porcentagem não concordou com as recentes decisões; o restante, todos aderiram às novas ideias.

* Separar orações coordenadas assindéticas que exprimam relações de sentido entre si.

Ex: As queimadas destruíram a vegetação; todos os animais silvestres foram mortos.

* Substituir, de modo facultativo, a vírgula em orações coordenadas sindéticas adversativas.

Ex: Não concordava com as opiniões dos colegas; contudo, respeitava-as.

* Separar orações coordenadas sindéticas conclusivas, sendo que as conjunções se encontram pospostas ao verbo.

Ex: A família era responsável pela garota; precisava, portanto, de protegê-la em todas as circunstâncias.

* Separar itens de uma enumeração e artigos relacionados a decretos, sentenças, petições, dentre outros.

Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
[...]

Constituição Federal de 1988.


Dois-pontos [ : ]:

Tem por finalidade introduzir palavras, expressões ou frases no intento de esclarecer, desenvolver ou explicar melhor uma passagem anteriormente citada. Sua empregabilidade está condicionada às seguintes circunstâncias:

* Indicar uma citação do emissor, de autoria própria ou alheia.

Ex: Gastei uma hora pensando em um verso
que a pena não quer escrever.
No entanto ele está cá dentro
inquieto, vivo.
Ele está cá dentro
e não quer sair.
Mas a poesia deste momento
inunda minha vida inteira.
Carlos Drummond de Andrade

* Indicar uma enumeração.

Ex: Encontravam-se todos presentes: filhos, genros, noras, netos e bisnetos.

* Indicar as falas dos personagens mediante a trancrição do discurso direto.
Ex:

Durante a aula, o aluno perguntou à professora:
- Quando serão entregues os resultados referentes ao bimestre anterior?
Ela respondeu-lhe:
- Em breve.

* Demarcar uma explicação ou sequência.

Ex: Eram muitos os requisitos para o pleito daquela vaga de emprego: possuir um ano de experiência no cargo, ter habilitação e disponibilidade de horário.

Ponto de interrogação [ ? ]:

Utilizado no final das frases interrogativas diretas, indicando também outros sentimentos por parte do emissor, tais como: surpresa, indignação ou revelando uma expectativa diante de um determinado contexto linguístico.

Exemplos:

O quê? Não trouxe a encomenda que lhe pedi?
Por que não compareceu à festa de aniversário?

Ponto de exclamação [ ! ]:

Usado nas seguintes circunstâncias:

* Depois de frases que retratem ordem, indiquem espanto, admiração, surpresa, dentre outros sentimentos.
Exemplos:

Nossa! Não esperava vê-lo aqui.
Tenha confiança! Obterás um ótimo resultado.

* Após interjeições e vocativos.

Ah! Não me venha com este discurso fútil.
Já sei! Foi você, garotinho esperto!

* Diante de frases que exprimam desejo.

Guarda-me Senhor!
Que Deus o abençoe!

Observações importantes:

- Quando o sentido proferido pelo discurso prescindir ao mesmo tempo de interrogação e exclamação, poderão ser utilizados ambos os sinais.

Ex: Eu falar com ele?! Nem pensar.

- Quando se quer enfatizar ainda mais o sentimento ora caracterizado, haverá a possibilidade de repetir o ponto de exclamação.

Ex: Não!!! Já disse que não irei.

Travessão [ - ]:

Atribui-se a este sinal a função de:

* Indicar a fala de um determinado personagem ou a mudança de interlocutor nos diálogos:

- Quando voltarás para cá?
Seu amigo respondeu:
- Não sei, por enquanto prefiro ficar por aqui, pois estou investindo muito na minha vida profissional.

* Enfatizar uma palavra, frase ou expressão.

Ex: Era somente este o objetivo de Carlos – concluir sua graduação e seguir carreira militar.

* Separar orações intercaladas em substituição à virgula ou ao parênteses.

Ex: São Paulo – considerada a maior metrópole brasileira – enfrenta problemas de naturezas distintas.