Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » Predicativo do objeto direto ou Adjunto adnominal: qual a diferença?

Sintaxe

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Predicativo do objeto direto ou Adjunto adnominal: qual a diferença?








A diferença entre o predicativo do objeto e o adjunto adnominal é que este é parte do objeto e aquele é um termo que se relaciona ao objeto
A diferença entre o predicativo do objeto e o adjunto adnominal é que este é parte do objeto
e aquele é um termo que se relaciona ao objeto.

A presença de características semelhantes revela, sem dúvida, fator preponderante na recorrência de alguns questionamentos, principalmente quando o assunto diz respeito à análise sintática. Não são raras as vezes em que precisamos diferenciar o objeto indireto do complemento nominal, o adjunto adnominal do complemento nominal, e agora... o predicativo do objeto do adjunto adnominal – alvo da discussão a que nos propomos levar adiante.

Dessa forma, de modo a constatar a diferença que demarca ambos os elementos linguísticos, veja a análise de alguns enunciados, evidenciados a seguir:

Os professores consideraram a prova difícil.

No intuito de descobrir se o termo em questão (difícil) se refere a um adjunto adnominal ou a um predicativo do objeto, basta substituí-lo por um pronome substantivo, o qual resultaria no seguinte enunciado:

Os professores consideraram-na difícil.

Constatamos que o pronome oblíquo em evidência atua como objeto direto (substituindo o termo “a prova”). Assim, mesmo havendo tal substituição, o termo “difícil” continuou intacto, haja vista que ele não é parte do objeto, mas sim um termo que a ele está relacionado.

Considera-se, dessa forma, tratar-se de um predicativo do objeto direto.

Veja, pois, outro exemplo:

Os alunos resolveram uma questão difícil.

Realizando o mesmo processo, o de substituir o objeto direto (uma questão) por um pronome oblíquo, obtém-se somente:

Os alunos resolveram-na. (e difícil, onde fica?)

Gramaticalmente falando, “os alunos resolveram-na difícil” configuraria uma inadequação.

É exatamente por essa razão que afirmamos que o termo “difícil”, em se tratando desse caso, classifica-se como um adjunto adnominal, haja vista que ele é parte do objeto direto, e não um termo que a ele se relaciona, assim como ocorre com o predicativo.