Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Ortografia » Pousar ou posar?

Ortografia

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Pousar ou posar?








Pousar ou pousar representam os casos de paronímia que se definem por traços distintos
Pousar ou pousar representam os casos de paronímia que se definem por traços distintos

Pousar e posar representam os muitos páreos de vocábulos parônimos que vez ou outra acometem grande parte dos usuários quanto à forma correta de utilização. Sim, pelo fato de uma simples letra acabar fazendo toda a diferença, sobretudo no que diz respeito às acepções semânticas que norteiam uma infinidade de vocábulos.

Em razão de tal pressuposto, compartilharemos a partir de agora com os traços que demarcam dois deles, os quais nos são bastante familiares, e empregá-los corretamente faz parte de nossa conduta enquanto usuários deste complexo e dinâmico sistema que nos qualifica como eminentemente sociais – a língua da qual fazemos uso.

Assim sendo, nunca é demais termos sempre em mente:

O AVIÃO POUSA

pousar significa chegar à superfície
Pousar significa chegar à superfície

Da mesma forma que eles, os animais; nós, os humanos; entre outros:

POSAM PARA FOTOGRAFIAS

posar significa fazer pose
Posar significa fazer pose

Eis que assim, partamos para a análise linguística de ambos os vocábulos:

O sentido que se atribui a pousar faz referência a algo que se encontra no ar e que está prestes a tocar a superfície. Em razão disso, sempre pousamos os talheres sobre a mesa, algum fardo sobre o chão, presenciamos um avião pousando (ou aterrissando), bem como alguém pousando em um determinado local. Isso mesmo! Sabia que a pousada teve aí sua origem? Obviamente que estamos falando em pernoite, hospedagem.

Posar, cuja origem estreita laços com a língua francesa, faz referência ao ato de permanecer imóvel numa determinada posição, fazer pose.

Pois bem, em face desses pressupostos constatamos acerca de mais uma peculiaridade linguística, a qual deve se incorporar ao nosso conhecimento, para que assim possamos fazer pleno uso de suas atribuições sempre que se fizer necessário.