Expressões idiomáticas

Por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Tais expressões são assim denominadas pelo fato de serem destituídas de uma tradução literal propriamente dita. Representam um traço cultural de uma determinada comunidade, razão pela qual podem ser consideradas como variantes linguísticas, uma vez demarcadas por meio de distintas regiões, cada uma revelando um significado diferente.

Quanto às origens, podemos dizer que pertencem aos nossos antepassados e, com o passar do tempo, foram se cristalizando por meio de gerações e gerações. Desta forma, quando nos depararmos com imagens, como as aqui representadas:





OU





Logo saberemos que às vezes “alguém entra pelo cano” e “que pisa na bola”, não é verdade? Mas vejamos alguns casos representativos:

acertar na mosca – acertar com precisão
agarrar com unhas e dentes – dedicar-se extremamente a algo ou a alguém
bater as botas – falecer
bola murcha – sem ânimo
cara de pau – descarado, sem vergonha
dar a volta por cima – recuperar-se
encher linguiça – enrolar, preencher espaço com embromação
lavar as mãos – desprender-se de algo, isentar-se de alguma culpa
levar toco – ser impedido por alguém
pôr minhoca na cabeça – preocupar-se com assuntos irrelevantes
enfiar o pé na jaca – embriagar-se, cometer excessos
pendurar as chuteiras – aposentar-se
trocar as bolas – atrapalhar-se
virar a casaca – mudar de opinião, trair a confiança.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mais procurados

Uso dos porquês

Conte com o artigo para não errar mais o uso dos porquês.

Cedilha

Afinal, por que a cedilha não está entre as letras do nosso alfabeto?

Modo dos verbos

O verbo pode ser flexionado de três formas diferentes. Revise já!

A ou há?

Aprenda agora mesmo a usar cada uma dessas expressões.

Carteira de Estudante no Brasil Escola

Acesse e saiba como solicitar a sua carteirinha de estudante Brasil Escola. É rápido e fácil!

Mais procurados background