Semântica

Por Guilherme Viana

A semântica é o estudo do significado e de fenômenos gramaticais relacionados a esse tópico. Qual é a diferença entre palavras sinônimas e antônimas ou entre conotação e denotação? O que são parônimos? Quando ocorre ambiguidade? São essas questões que o estudo da semântica ajuda a entender.

Leia também: Figuras semânticas – figuras de linguagem que extrapolam o significado real das palavras

O que é semântica?

A semântica é a área da linguística que estuda o significado e a sua relação com o significante. O significado está associado ao sentido e, portanto, ao conteúdo e ao contexto; o significante está associado à forma (de palavras ou de sinais, de grafia ou de som).

Dentro da semântica, há conceitos relacionando o uso e a estrutura do significado dentro de determinados contextos, bem como alguns fenômenos gramaticais a respeito do significado na língua. Vamos aprender melhor sobre esses conceitos a seguir.

Sinonímia X antonímia

A sinonímia refere-se a vocabulários diferentes com carga semântica (significado) semelhante, podendo ser usados um no lugar do outro dependendo do contexto. São os sinônimos.

  • Sinônimo de espaço: ambiente.
  • Sinônimo de carinhoso: afetuoso.
  • Sinônimo de apoiar: sustentar.

A antonímia, por outro lado, refere-se a vocabulários diferentes com carga semântica (significado) com relação de oposição/contradição entre si. São os antônimos.

  • Antônimo de bonito: feio.
  • Antônimo de limpo: sujo.
  • Antônimo de bom: mau.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Hiponímia X hiperonímia

Hiponímia e hiperonímia referem-se à relação de significado entre palavras. Hiperônimos são palavras com significado mais abrangente, que, por vezes, refere-se a uma “categoria” que engloba diversos outros termos mais específicos. Esses termos são conhecidos como hipônimos, pois têm significado mais específico dentro de outro mais abrangente.

“Minha namorada adora ver esportes na televisão: futebol, vôlei, basquete, ela não perde nenhuma transmissão!”

A palavra “esportes” é um hiperônimo por ter significado mais abrangente, englobando outros termos hipônimos, como “futebol”, “vôlei” e “basquete”.

Paronímia

A paronímia refere-se a palavras com significados diferentes, mas significantes (estrutura) parecidos. Os parônimos muitas vezes geram confusão nos falantes, que trocam o seu uso por conta da semelhança escrita e sonora entre essas palavras. Como exemplos de parônimos, temos:

  • comprimento e cumprimento,
  • soar e suar,
  • mandado e mandato,
  • cavaleiro e cavalheiro,
  • absolver e absorver,
  • eminente e iminente.

Polissemia ou homonímia

A homonímia é a relação entre diferentes palavras (ou expressões) que têm significantes iguais (forma igual na escrita, no som ou em ambos), mas significados distintos.

  • São (do verbo “ser”); são (santo); são (saudável).
  • Em cima (locução); encima (do verbo “encimar”).
  • Gosto (substantivo sinônimo de “sabor”); gosto (do verbo “gostar”).

A polissemia é a propriedade de um mesmo significante ter mais de um significado, que pode ser entendido pelo contexto.

  • Pregar (um sermão); pregar (um botão na camiseta); pregar (um prego na parede).
  • Manga (fruta); manga (da camiseta).

Conotação e denotação

As palavras e os discursos podem ter sentido conotativo ou denotativo. A denotação refere-se ao uso de palavras ou de expressões com significado literal, real e dicionarizado. Já a conotação, ao contrário, refere-se ao uso dessas palavras ou expressões no sentido figurado, podendo ser metafórico, irônico ou para passar um significado que vai além (ou que é diferente) do literal.

Uma gota fez o copo transbordar.

Com sentido denotativo, “gota” tem o significado real de gota de algum líquido. No sentido conotativo, “gota” pode representar um evento ou uma ação que desencadeou uma série de consequências.

Veja também: Metáfora – figura de linguagem caracterizada por fazer comparações implícitas

Ambiguidade

A ambiguidade ocorre quando um enunciado tem mais de uma interpretação possível devido à sua estrutura, muitas vezes gerando problemas de comunicação. Pode também ser usada como recurso estilístico para gerar humor ou na licença poética.

Ele reencontrou a mãe em sua casa.

A casa era de quem? Do filho ou da mãe? Esse é um exemplo comum de ambiguidade. Para saber mais sobre esse fenômeno linguístico, leia o texto: ambiguidade.

A semântica é o nível linguístico que estuda os significados e suas relações com os significantes.
A semântica é o nível linguístico que estuda os significados e suas relações com os significantes.

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (FGV) Ao escrever um texto, o autor enfrenta várias dificuldades. Uma delas é evitar a repetição de palavras e um dos meios para isso é substituir uma palavra de valor específico por outra de conteúdo geral, como no exemplo a seguir.

O sargento foi atropelado; depois de alguns minutos, chegou uma ambulância que levou o militar para o hospital.

Assinale os vocábulos abaixo que mostram, respectivamente, esse mesmo tipo de relação:

A) selvagens / índios

B) músicos / sambistas

C) embalagens / caixas

D) bananeira / bananal

E) quarto / cômodo

Resolução

Alternativa E. As palavras “quarto” e “cômodo” são, respectivamente, hipônimo (termo específico) e hiperônimo (termo abrangente relacionado), sendo a única alternativa cujas palavras têm essa relação na mesma ordem daquela proposta pelo enunciado.

Questão 2 – (EEAR) Assinale o par de substantivos em que a mudança de gênero de masculino para feminino não altera o significado da palavra.

A) o/a cura, o/a moral

B) o/a grama, o/a capital

C) o/a criança, o/a cabeça

D) o/a personagem, o/a modelo

Resolução

Alternativa D. As palavras “personagem” e “modelo” podem ser usadas nos dois gêneros (alterando apenas o artigo) sem que seu significado seja alterado.

Mais procurados

Uso dos porquês

Conte com o artigo para não errar mais o uso dos porquês.

Cedilha

Afinal, por que a cedilha não está entre as letras do nosso alfabeto?

Modo dos verbos

O verbo pode ser flexionado de três formas diferentes. Revise já!

A ou há?

Aprenda agora mesmo a usar cada uma dessas expressões.

Carteira de Estudante no Brasil Escola

Acesse e saiba como solicitar a sua carteirinha de estudante Brasil Escola. É rápido e fácil!

Mais procurados background

Artigos de Semântica