As divisões da gramática

Por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Em virtude das peculiaridades inerentes aos fatos linguísticos, a gramática opta por estudá-los separadamente

 

Muito se fala sobre morfologia, sintaxe, fonologia, mas é bem provável que poucos conheçam suas reais características. Pois bem, ao estabelecermos familiaridade com os fatos que norteiam a língua, todos eles prescritos por uma infinidade de gramáticas, umas mais complexas, outras nem tanto, constatamos que estes são dotados de certa complexidade.
Cabe dizer também que estas gramáticas optam por estudá-los de maneira separada, tendo em vista os traços que os demarcam. Razão pela qual as gramáticas são divididas em partes específicas.

Até mesmo em se tratando dos ambientes de sala de aula, vale mencionar que os educadores não têm essa preocupação em repassar tal aspecto ao aluno, razão pela qual ele apenas apreende acerca dos conteúdos e não sabe distinguir a que divisão pertencem. Em virtude de tal ocorrência, no intuito de nortearmos nosso conhecimento no que diz respeito a esse assunto, o artigo em pauta tem por finalidade ressaltar algumas características pertinentes, apontando sobre essas divisões os respectivos traços que as delineiam. Observemos, pois:

Fonologia – Tem por objetivo estudar acerca dos fonemas ou sons da língua e as sílabas formadas por tais fonemas. Nesse ínterim, estão presentes aspectos relacionados à ortografia, à ortoepia (estudo da articulação e pronúncia dos vocábulos) e à prosódia (estudo da acentuação tônica dos vocábulos).

Morfologia – Compreende o estudo das palavras e os elementos que as constituem. São atribuídos a esse conjunto de informações: a análise da estrutura, a formação e os mecanismos de flexão referentes às palavras. Assim sendo, fica a cargo da morfologia apontar acerca de todos os aspectos relativos aos substantivos, adjetivos, advérbios, pronomes, conjunções, enfim, todas as chamadas classes de palavras.

Sintaxe – A sintaxe, por sua vez, tem como foco principal a análise estrutural dos termos que compõem as orações e os períodos, tendo em vista as relações que se estabelecem entre estes. Compreende, portanto, o estudo dos termos essenciais da oração (sujeito e predicado), termos integrantes desta (complementos verbais, complemento nominal e agente da passiva) e os termos acessórios (adjunto adnominal, adjunto adverbial, aposto e vocativo).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mais procurados

Uso dos porquês

Conte com o artigo para não errar mais o uso dos porquês.

Cedilha

Afinal, por que a cedilha não está entre as letras do nosso alfabeto?

Modo dos verbos

O verbo pode ser flexionado de três formas diferentes. Revise já!

A ou há?

Aprenda agora mesmo a usar cada uma dessas expressões.

Carteira de Estudante no Brasil Escola

Acesse e saiba como solicitar a sua carteirinha de estudante Brasil Escola. É rápido e fácil!

Mais procurados background