Estilística

Texto:
por: Mariana Rigonatto

Sinestesia


A sinestesia é uma figura de linguagem que consiste na união de termos que expressam diferentes percepções sensoriais.





No exemplo acima, percebemos o uso de diferentes sensações (olfato e paladar) para a construção de sentido
No exemplo acima, percebemos o uso de diferentes sensações (olfato e paladar) para a construção de sentido



Observe as frases abaixo:

- Sua voz soava docemente pelo salão principal.

- A visão fria da morte tomava conta de todos.

- O cheiro doce da infância estava naquelas fotos.

Como você deve ter notado, as expressões em destaque constroem seu sentido relacionando diferentes elementos sensoriais. Veja:

- soava docemente (audição e paladar)

- visão frio (visão e paladar)

- cheiro doce (olfato e paladar)

Esse recurso estilístico é uma figura de palavra chamada sinestesia. Assim, definimos que:

Sinestesia: é uma figura de palavras na qual utilizamos, em uma mesma expressão, diferentes sensações percebidas por diferentes órgãos do sentido.

Observe o uso dessa figura no primeiro verso do poema de Cecília Meireles:

Recordação

Agora, o cheiro áspero das flores
leva-me os olhos por dentro de suas pétalas.
(...)

- cheiro áspero (olfato e paladar)

Agora, analise mais alguns exemplos:

Dirigiu-me um comentário duro e amargo.

Já sinto o cheiro doce das férias.

O sabor quente do seu amor nos unia.