Até e Até a

Por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Até e até a: ambas são consideradas corretas
Até e até a: ambas são consideradas corretas

Até e até a... qual das duas formas devemos utilizar?

Pois bem, o artigo em questão tem por finalidade abordar acerca das características que norteiam ambas as expressões e, assim, deixá-lo (a) ciente destas, no intuito de empregá-las corretamente, sobretudo em se tratando da escrita.

De acordo com o conhecimento do qual já dispomos, constatamos que “até” representa uma preposição e, como tal, sua função é a de ligar termos em uma determinada oração. Assim, são considerados corretos os exemplos:

Vamos até o colégio.

Seguimos juntos até a praça.

Caminhamos até o supermercado.

Contudo, você sabia que tais exemplos podem também ser acompanhados de outra preposição? Constatemos, pois, outros enunciados:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Sempre vamos juntas até à igreja.

Todos os dias caminhamos juntos até ao ponto de ônibus.

Nesse caso, como se trata do emprego da crase, tudo dependerá também dos conhecimentos relacionados à transitividade verbal, ou seja, se o verbo pede complemento ou não, ou seja:

Vamos juntas a algum lugar: à praça

Caminhamos juntos a algum lugar: ao ponto de ônibus.

Outro aspecto que se se atribui à palavra em questão é que “até” pode funcionar também como advérbio, equivalente à ideia de “ainda”, “mesmo”. Observe esse enunciado:

Posso até contar o segredo a você, mas guarde-o consigo.

Notamos nesse caso, que o “até”, apesar de funcionar como partícula de realce, ou seja, não ser assim tão necessário, confere ênfase à mensagem.

Mais procurados

Coco, côco ou cocô?

Coco”, “côco” e “cocô” são palavras que causam bastante dúvida na escrita. Estão corretas apenas “coco” e “cocô”.

Liev Tolstói

Ele é um dos principais nomes do realismo em seu país e escreveu livros famosos, como os romances Guerra e paz e Anna Karenina.

Ultrarromantismo

O Ultrarromantismo é um movimento literário que corresponde à segunda fase romântica das literaturas portuguesa e brasileira.

Vim ou vir?

Tanto a forma “vim” quanto a forma “vir” estão corretas, mas cada uma delas é usada em situações específicas.

Memórias póstumas de Brás Cubas

Memórias póstumas de Brás Cubas é o primeiro romance realista de Machado de Assis

Mais procurados background