Você está aqui:
  1. Página Inicial
  2. Gramática
  3. Morfologia
  4. Particularidades relacionadas ao gênero do substantivo

Morfologia

Texto:

Particularidades relacionadas ao gênero do substantivo




Quando enfatizamos as particularidades que norteiam uma infinidade de temas condizentes à Gramática, temos noção da tamanha complexidade da qual compartilha a língua. Complexidade esta vista sob uma ótica tão somente positiva, posto que são inúmeros os recursos proporcionados pela linguagem, os quais nos condiciona a descobertas fantásticas. Dentre elas figura-se o fato de um mesmo vocábulo, estando inserido em um dado contexto, assumir diferentes significados.

Tal ocorrência, aqui representada, se refere ao gênero do substantivo – um assunto demarcado por distintas particularidades, ao adquirirem denominações específicas: biformes, epicenos, sobrecomuns e comuns de dois gêneros. E por assim dizer, determinados substantivos, estando no gênero masculino, apresentam um significado, e estando no feminino, outro – denominados assim de heterossêmicos.

Constatamos, pois, alguns casos representativos:

a) Em todos os grupos de estudo haverá o cabeça da turma, responsável por tomar as devidas decisões.

Atribuímos à palavra “cabeça” o sentido de liderança, alguém com autonomia para posicionar-se diante de um determinado assunto.

A criança, mediante suas terríveis peraltices, machucou a cabeça.

Nesse contexto, o temo representa uma parte do corpo humano.

b) A caixa que se encontra à direita da sala, serve para guardar todas as relíquias pertencentes aos nossos antepassados.

O vocábulo “caixa” figura-se por um objeto.

O caixa daquele supermercado mostrou-se bastante gentil ao auxiliar o casal de idosos.

Aqui, ele se caracteriza por um funcionário pertencente a um departamento comercial.

c) A capital gaúcha registrou hoje uma das temperaturas mais baixas do ano.

“Capital”, neste caso, adquire o sentido de cidade.

O capital acumulado pelo grupo de empresários superou todas as expectativas esperadas.

Nesse outro, representa dinheiro, valor financeiro conquistado ao longo de um determinado tempo.

d) O crisma foi previamente preparado e abençoado pelo pároco representante da comunidade.

Atribui-se o significado de óleo sagrado à palavra “crisma”.

Os alunos esperam ansiosos pela realização da crisma, pois foram muito bem preparados.

O contexto permite-nos atribuir ao termo “crisma” o sentido de um sacramento religioso.

e) O grama do ouro já esteve cotado por um preço mais atrativo.

Nesse sentido, “grama” simboliza uma unidade de massa.

Todas as manhãs a grama se apresenta recoberta de orvalho.

Aqui, adquire o sentido de relva.

f) Uma das exigências restringe-se à guia de recolhimento fiscal.

Defrontamo-nos com o sentido relacionado a um documento específico.

O guia nos levou a lugares jamais esquecidos.

O sentido do vocábulo “guia” se atém a uma pessoa que orienta.

g) Todos os amigos de Pedro constataram que ele não estava com o moral em alta.

“Moral”, neste sentido, refere-se ao estado de espírito de Pedro.

A moral e os bons costumes são imprescindíveis ao ser humano.

Atribui-se à palavra moral o significado de posicionamento, conduta ética.

h) Fomos em busca da nascente desta água tão cristalina.

“Nascente”, neste caso, está relacionada à fonte.

Acreditamos que o nascente esteja naquela direção.

Aqui, o vocábulo assume o sentido do lugar onde nasce o Sol.

i) Márcia adquiriu este rádio somente para apreciar seus programas preferidos, transmitidos pela Rádio Visão.

Atribuímos a este caso o sentido de emissora, e àquele, o de objeto, cuja função é transmitir algo.

j) A modelo demonstra sua preferência pelo violeta – estilo predominante nesta estação.

“Violeta”, aqui, relaciona-se à cor.

As violetas parecem bem cuidadas, exibindo beleza e encantamento.

O sentido agora se atribui a uma flor específica.


Por: Vânia Maria do Nascimento Duarte