Crie um currículo profissional em 5 etapas

Por Equipe Português.com.br

Elaboramos cinco etapas essenciais para quem deseja criar um currículo profissional.

Criar um ótimo currículo é fundamental para conseguir o trabalho de seus sonhos. Se deseja que seu currículo chame a atenção dos empregadores de uma maneira positiva, confira as 5 etapas que elaboramos para você.

1. Escolha um modelo de currículo profissional

A primeira etapa na criação de um curriculum vitae é a escolha do modelo. Geralmente, não vale a pena criar um modelo do zero, pois é mais fácil procurar um modelo existente na internet e personalizá-lo com suas informações. O modelo escolhido deve separar claramente cada seção do documento, ter um tipo de letra comum e uma paleta de cores uniforme.

2. Coloque as seções obrigatórias

Existe um conjunto de seções que devem estar presentes em todos os currículos. Estas são: informações pessoais, resumo, experiência profissional, formação acadêmica e habilidades.

Certifique-se de abreviar as informações pessoais, escrevendo apenas o essencial e elabore um breve resumo com um máximo de duas linhas explicando resumidamente suas motivações para a candidatura e qualidades-chave.

Na formação acadêmica e experiência profissional, o princípio geral é listar suas experiências das mais recentes para as mais antigas. Apresentar primeiro as experiências mais recentes irá dar a elas destaque. Se quiser destacar uma experiência mais antiga, pode colocá-la em primeiro lugar.

Quanto às habilidades, foque-se nas que serão necessárias para o trabalho em questão. Por isso, é importante adaptar sempre o currículo para cada vaga.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

3. Aposte em algumas seções não obrigatórias

Além das seções referidas acima, existem outras como: idiomas, publicações, certificados, experiências de trabalho voluntário, hobbies e interesses, etc. Você poderá inserir algumas caso sejam importantes para o trabalho a que está se candidatando.

Se for estudante ou estiver começando sua carreira profissional, pode compensar a falta de experiência profissional apresentando experiências de trabalho voluntário ou hobbies que possam ir ao encontro das necessidades da empresa.

4. Preste atenção no conteúdo

Para ter um bom currículo não basta ter um bom aspecto, também é preciso conteúdo de qualidade. Um dos bons princípios de conteúdo é focar-se no essencial. Se tiver uma vasta experiência profissional, por exemplo, não precisa se referir a todos os seus trabalhos anteriores. Mencione apenas os mais relevantes para a candidatura. Não se esqueça de que seu CV não deve ter mais do que duas páginas.

Quanto ao conteúdo em si, um dos princípios fundamentais é quantificar seus feitos e realizações. Se trabalhou no suporte ao cliente, por exemplo, pode referir: “consegui um nível de satisfação do cliente de 98% em 2021”. Isso transmitirá a ideia de que é alguém ativo, que consegue obter resultados. Outro aspecto importante é manter a linguagem simples. Tente não usar linguagem demasiado técnica, caso contrário o recrutador pode não entender.

Nunca se esqueça de fazer uma revisão ortográfica e gramatical do documento se estiver usando um processador de texto como o MS Word.

5. Peça a opinião de alguém

Assim que tiver seu currículo pronto e antes de enviá-lo, peça a alguém para lê-lo e lhe dar uma opinião. Se tiver um parente ou amigo que trabalhe em recursos humanos, essa pode ser a pessoa mais indicada para essa tarefa. Há sempre aspectos que ignoramos e que podemos melhorar.

Mais procurados

TCC

Conheça nossas dicas para entender sobre a dedicatória em um TCC.

Uso dos porquês

Conte com o artigo para não errar mais o uso dos porquês.

Hiato

Saiba como separar as sílabas das palavras que possuem hiato.

Vogal temática

Toda palavra possui uma vogal temática: mito ou verdade?

Complementos verbais

Que tal fazer uma revisão sobre complementos verbais agora?

Mais procurados background