Você está aqui: Página Inicial » Gramática » Sintaxe » Verbos no infinitivo impessoal e o uso do se

Sintaxe

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Verbos no infinitivo impessoal e o uso do se








Exceto na condição de pronominais, os verbos no infinitivo impessoal não podem estar acompanhados do uso do “se”
Exceto na condição de pronominais, os verbos no infinitivo impessoal não podem estar acompanhados do uso do “se”

Antes de aprender sobre quaisquer pressupostos que norteiam um dado fato linguístico, você precisa retomar alguns conceitos, haja vista que isso facilita ainda mais o aprendizado. Nesse sentido, é importante rever o conceito de infinitivo impessoal – representado por uma das formas nominais.

Ele assim se conceitua – impessoal – pelo fato de não se referir a nenhuma pessoa gramatical, isso é, a nenhum sujeito determinado, ao contrário do que ocorre nos casos referentes ao infinitivo pessoal, que fazem referência a uma pessoa gramatical específica. Exemplos:

Cuidar da saúde é necessário.

Praticar esportes é importante.

Partindo dessa premissa, nossa pergunta é: o infinitivo, em se tratando do padrão formal da linguagem, pode se apresentar acompanhado do pronome se, estando esse (o pronome) atuando como índice de indeterminação do sujeito? 

A resposta é negativa, pois apenas nos casos em que o verbo se apresentar como pronominal é que a ocorrência se manifesta como adequada.

Dessa forma, nunca opte por proferir enunciados semelhantes a estes:

A ocasião não é propícia para se fazer amizades.
Esse não é o momento para se dizer bobagens.


Retificando tais enunciados, temos:


A ocasião não é propícia para fazer amizades.
Esse não é o momento para dizer bobagens.


Vejamos, portanto, um caso em que o verbo se manifesta como pronominal:

É importante não se enganar.