Você está aqui: Página Inicial » Redação » Gêneros Textuais » Cartas de reclamação e de solicitação

Gêneros Textuais

Texto:
por: Vânia Maria do Nascimento Duarte

Cartas de reclamação e de solicitação


As cartas de reclamação e de solicitação são gêneros pertencentes à modalidade argumentativa, cuja finalidade é buscar soluções para uma problemática instaurada.





As cartas de reclamação e de solicitação definem-se pelo caráter argumentativo
As cartas de reclamação e de solicitação definem-se pelo caráter argumentativo



Permeados em meio às distintas situações comunicativas que compartilhamos cotidianamente se encontram aqueles gêneros que permitem expressarmos nosso posicionamento de forma ainda mais democrática acerca dos problemas sociais, entre eles, o abaixo-assinado, a carta aberta, carta do leitor e, por que não dizer, as cartas de reclamação e de solicitação, todas essas modalidade marcadas pelo teor argumentativo.

Assim, em se tratando do gênero em questão, eis que ambas as modalidades nos instigam a um questionamento relevante: se assim se concebem, ou seja, se uma diz respeito à reclamação e a outra à solicitação, para quem, ou seja, quem será o destinatário para o qual tais cartas serão enviadas? Nesse sentido, como se trata de um espaço em que você terá a oportunidade de fazer reivindicações acerca de uma problemática instaurada, obviamente que tem de se tratar de alguém com plenos poderes para tal, caso contrário, a finalidade discursiva a que se propõe a comunicação não teria nenhuma aplicabilidade.

Nesse sentido, seja para apresentar reclamações acerca de um problema voltado para a comunidade de uma forma geral, seja para solicitar que algo seja resolvido, o fato é que quanto mais os argumentos apresentados estiverem calcados em bases sólidas, em ideias que realmente farão a diferença no momento de fazer com que o interlocutor se convença de que realmente o problema carece de um olhar mais cuidadoso, mais as possibilidades de retorno poderão ser efetivadas.

No que se refere à linguagem nelas manifestadas, cabe ressaltar que além de fazer uso do padrão formal, a precisão, objetividade e consistência nos argumentos elencados são, sobretudo, fatores imprescindíveis, preponderantes. Não esquecendo, sobremaneira, de que tais modalidades, assim como os demais gêneros, obedecem a uma estrutura previamente definida, a qual deve ser rigorosamente seguida.

Dessa forma, entre os elementos, cabe ressaltá-los:

* Local e data;

* Identificação do destinatário – por se tratar de alguém cujo cargo ocupado requer um tratamento mais respeitoso, o uso do pronome de tratamento adequado se torna indispensável;

* Vocativo;

* Corpo do texto, seguido de argumentos que justifiquem o discurso manifestado;

* Expressão de despedida;

* Assinatura;

* Nome do remetente.