Fui eu que fiz ou Fui eu quem fez?

Por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Indubitavelmente, estamos diante de um questionamento acerca da concordância verbal de ampla recorrência, não é verdade?

Mesmo que esse assunto (concordância) pareça um tanto complicado, não façamos dele um entrave, pois somente um pouco de atenção... e tudo estará resolvido e, sobretudo, apreendido. Vamos então a algumas elucidações pertinentes a esse caso.

Mediante ao enunciado abaixo, analisemos:

Fui eu que fiz o trabalho.

Nesse caso, temos que o pronome relativo “que” se caracteriza como sujeito da oração, logo não há possibilidade de o verbo concordar com ele. Assim sendo, o verbo é remetido ao antecedente do pronome, que, no caso, é representado pelo pronome pessoal “eu” e com ele concorda em número (singular/plural) e em pessoa (1ª/2ª/3ª). Portanto, “eu fiz”. Atemo-nos a outros exemplos:

Foi ele que te ajudou a resolver o problema.

 Fui eu que te conduzi à sala de espera.

 Vejamos, pois, esse outro exemplo:

Fui eu quem trouxe a encomenda.

Nessa ocorrência, temos que o sujeito agora é representado pelo pronome “quem”. Assim sendo, tanto  o verbo poderá permanecer na terceira pessoa do singular, quanto poderá concordar com o antedente do pronome.   Dessa forma, eis que nos demonstram outros exemplos, manifestados por:

Fomos nós quem convidou você para a reunião.

Fomos nós quem convidamos você para a reunião.

Fui eu quem recitou o poema durante a aula.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fui eu quem recitei o poema durante a aula.

Frente a tais pressupostos, desvendamos a evidente indagação.

Mais procurados

Coco, côco ou cocô?

Coco”, “côco” e “cocô” são palavras que causam bastante dúvida na escrita. Estão corretas apenas “coco” e “cocô”.

Liev Tolstói

Ele é um dos principais nomes do realismo em seu país e escreveu livros famosos, como os romances Guerra e paz e Anna Karenina.

Ultrarromantismo

O Ultrarromantismo é um movimento literário que corresponde à segunda fase romântica das literaturas portuguesa e brasileira.

Vim ou vir?

Tanto a forma “vim” quanto a forma “vir” estão corretas, mas cada uma delas é usada em situações específicas.

Memórias póstumas de Brás Cubas

Memórias póstumas de Brás Cubas é o primeiro romance realista de Machado de Assis

Mais procurados background