Polissemia

Por Warley Souza

A polissemia acontece quando uma mesma palavra apresenta dois ou mais sentidos. Ocorre ambiguidade se o duplo sentido dificultar o entendimento do enunciado.

Jovem, olhando para cima e com feição de espanto, com várias lâmpadas ao redor de sua cabeça
Uma única palavra pode apresentar vários sentidos.

Polissemia é como nomeamos o fenômeno linguístico em que uma mesma palavra tem dois ou mais significados. Já a homonímia está relacionada à existência de termos (polissêmicos ou não) que possuem mesma pronúncia e/ou grafia. Por fim, a ambiguidade se refere a um vocábulo que, por apresentar duplo sentido, causa dificuldade na compreensão de um enunciado.

Leia também: Arcaísmo — o fenômeno linguístico que está na contramão da criação de novos vocábulos

Resumo sobre polissemia

  • A polissemia ocorre quando uma mesma palavra possui mais de um significado.

  • Um exemplo de polissemia é o termo “tênis”, que pode ser um calçado ou um jogo.

  • A homonímia faz referência a vocábulos que possuem a mesma pronúncia e/ou grafia.

  • A ambiguidade acontece quando o duplo sentido de uma palavra dificulta o entendimento de um enunciado.

O que é a polissemia?

A polissemia é um fenômeno linguístico em que uma mesma palavra ou expressão apresenta dois ou mais sentidos. Por exemplo, o termo “vela” pode ser utilizado nos seguintes contextos:

Acendi a vela quando a luz acabou.

Içamos a vela, e o navio partiu.

Nesses exemplos, temos a palavra “vela” empregada com os seguintes significados: objeto de cera usado para iluminar ou peça de pano que serve para impulsionar um navio.

Exemplos de polissemia

Na festa, havia apenas damas e cavalheiros.
[damas = mulheres nobres, educadas]

Aprender a jogar damas é fácil.
[damas = jogo de tabuleiro]

Napoleão Bonaparte escorregou e caiu.
[caiu = ir ao chão]

Napoleão Bonaparte caiu na prova.
[caiu = foi matéria cobrada na prova]

Jonas assistiu ao filme brasileiro “Deserto particular”.
[assistiu = viu]

Jonas assistiu os doentes de câncer.
[assistiu = deu assistência]

Jonas já assistiu na rua 11.
[assistiu = morou]

Depois de chupar três mangas, veio a alergia.
[manga = fruta]

Lavou a camisa porque sujou as duas mangas.
[manga = parte da camisa]

Leia também: Semântica — o estudo dos significados das palavras

Quais são as diferenças entre polissemia e homonímia?

A polissemia ocorre quando uma mesma palavra apresenta mais de um significado. Já a homonímia se refere a termos que, apesar de possuírem sentidos distintos, apresentam uma mesma pronúncia e/ou grafia. Assim, existem estes tipos de termos homônimos:

  • Homógrafos heterofônicos: grafia igual, mas sons distintos.

Jogo bilhar todos os sábados!

[verbo]

O jogo pode levar ao vício.

[substantivo]

  • Homófonos heterográficos: som igual, mas grafias distintas.

A cesta estava cheia de goiabas.

[recipiente]

Tivemos uma sexta ensolarada.

[dia da semana]

  • Homófonos homográficos: som e grafia iguais.

As pessoas serão mais justas no futuro?

[verbo]

Não quero fazer serão, mas sou obrigado.

[substantivo]

Em todos os exemplos de homonímia acima, não ocorre a polissemia. Isso porque os termos “jogo” e “jogo” são palavras diferentes (inclusive na pronúncia), já que um é verbo e outro é substantivo. O mesmo ocorre com os vocábulos “serão” e “serão” (embora possuam mesma pronúncia). Já as palavras “cesta” e “sexta”, apesar de ambas serem substantivos, não possuem a mesma grafia, portanto, são diferentes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Quais são as diferenças entre polissemia e ambiguidade?

Várias pessoas com ponto de interrogação na cabeça.
A ambiguidade gera dúvida.

Uma mesma palavra é polissêmica quando possui mais de um significado. Já a ambiguidade ocorre quando, em determinado contexto, há um duplo sentido, de forma que não é possível saber qual deles é o desejado pelo enunciador:

O burro do meu amigo estava descansando debaixo de uma árvore.

Nesse enunciado, não fica claro se o vocábulo “burro” está relacionado a um animal que pertence ao amigo do enunciador ou se é um adjetivo caracterizador desse amigo. De qualquer forma, não há polissemia, pois a palavra “burro”, em cada caso, pertence a uma classe gramatical distinta, isto é, “burro” (substantivo) e “burro” (adjetivo) são duas palavras diferentes.

  • Videoaula sobre ambiguidade

Exercícios resolvidos sobre polissemia

Questão 01

(Enem)

TEXTO I

Criatividade em publicidade: teorias e reflexões

Resumo: O presente artigo aborda uma questão primordial na publicidade: a criatividade. Apesar de aclamada pelos departamentos de criação das agências, devemos ter a consciência de que nem todo anúncio é, de fato, criativo. A partir do resgate teórico, no qual os conceitos são tratados à luz da publicidade, busca-se estabelecer a compreensão dos temas. Para elucidar tais questões, é analisada uma campanha impressa da marca XXXX. As reflexões apontam que a publicidade criativa é essencialmente simples e apresenta uma releitura do cotidiano.

DEPEXE, S. D. Travessias: pesquisas em Educação, Cultura, Linguagem e Artes, n. 2, 2008.

TEXTO II

Anúncio publicitário onde se lê: “Ninguém entende melhor de criação do que elas.”

Homenagem ao Dia das Mães 2012. Disponível em: www.comunicacao.com.

Acesso em: 3 ago. 2012 (adaptado).

Os dois textos apresentados versam sobre o tema criatividade. O Texto I é um resumo de caráter científico e o Texto II, uma homenagem promovida por um site de publicidade. De que maneira o Texto II exemplifica o conceito de criatividade em publicidade apresentado no Texto I?

a) Fazendo menção ao difícil trabalho das mães em criar seus filhos.

b) Promovendo uma leitura simplista do papel materno em seu trabalho de criar os filhos.

c) Explorando a polissemia do termo “criação”.

d) Recorrendo a uma estrutura linguística simples.

e) Utilizando recursos gráficos diversificados.

Resolução:

Alternativa C

Na homenagem, o substantivo “criação” é polissêmico, já que se refere tanto ao ato de produzir quanto à ideia de educar alguém. O termo “criação”, portanto, está associado à criatividade, e as mães são tidas como detentoras dessa habilidade.

Questão 02

Marque a alternativa que apresenta uma palavra polissêmica.

a) Supermercado.

b) Estudante.

c) Dentista.

d) Couve.

e) Cabeça.

Resolução:

Alternativa E

O substantivo “cabeça” é uma palavra polissêmica, já que pode indicar uma parte do corpo humano, mas também ser usada com o sentido de “líder”. 

Mais procurados

TCC

Conheça nossas dicas para entender sobre a dedicatória em um TCC.

Uso dos porquês

Conte com o artigo para não errar mais o uso dos porquês.

Hiato

Saiba como separar as sílabas das palavras que possuem hiato.

Vogal temática

Toda palavra possui uma vogal temática: mito ou verdade?

Complementos verbais

Que tal fazer uma revisão sobre complementos verbais agora?

Mais procurados background