Verbos pronominais

Por Guilherme Viana

Os verbos pronominais são acompanhados de pronome oblíquo e podem ser essenciais ou acidentais. A conjugação dos verbos pronominais pode ser reflexiva ou recíproca.

Os verbos pronominais são flexionados junto com pronomes oblíquos.
Os verbos pronominais são flexionados junto com pronomes oblíquos.

Verbos pronominais são aqueles acompanhados de pronome oblíquo. Esses verbos podem ser classificados como essenciais ou acidentais. Além disso, a conjugação dos verbos pronominais pode ser reflexiva ou recíproca.

Leia também: Verbos irregulares – verbos que são conjugados de forma diferente do que é considerado regular

Resumo sobre os verbos pronominais

  • Verbos pronominais são acompanhados por pronomes oblíquos.

  • Verbos pronominais essenciais só podem ser conjugados com pronomes oblíquos, não sendo possível conjugá-los sem esses pronomes.

  • Verbos pronominais acidentais são conjugados com pronomes oblíquos, mas têm formas de conjugação sem esses pronomes.

  • Os verbos pronominais podem ter conjugação reflexiva ou recíproca.

  • A conjugação reflexiva ocorre quando a ação do verbo é voltada para o próprio sujeito que a executa.

  • A conjugação recíproca ocorre quando o sujeito é plural e a ação do verbo ocorre reciprocamente entre as pessoas que compõem esse sujeito.

O que são os verbos pronominais?

Os verbos pronominais, como o nome já indica, são acompanhados de pronomes, mais especificamente dos pronomes oblíquos. Veja a seguir quais são os pronomes oblíquos de acordo com a pessoa do discurso:

Pronome pessoal
do caso reto

Pronome pessoal
do caso oblíquo

Verbo

eu

me

arrependo

tu

te

arrependes

ele/ela

se

arrepende

nós

nos

arrependemos

vós

vos

arrependeis

eles/elas

se

arrependem

Alguns verbos pronominais são chamados de essenciais, enquanto outros são denominados acidentais, dependendo da obrigatoriedade do pronome oblíquo em sua conjugação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Verbos pronominais essenciais

Os verbos pronominais essenciais são obrigatoriamente conjugados com pronome oblíquo. Assim, eles não podem ser conjugados sem o pronome oblíquo, pois não fazem sentido sem ele. Veja alguns exemplos desse tipo de verbo e note que não é possível conjugá-los sem o acompanhamento de um pronome oblíquo:

abster-se

condoer-se

apiedar-se

queixar-se

arrepender-se

suicidar-se

atrever-se

zangar-se

Verbos pronominais acidentais

Os verbos pronominais acidentais são aqueles que podem ser conjugados com ou sem pronome oblíquo. Nesse caso, são verbos que não necessariamente são acompanhados desse pronome. Porém, dependendo do contexto, precisam do pronome oblíquo como seu complemento. Veja alguns exemplos:

Verbo

Verbo pronominal acidental

aceitar

aceitar-se

debater

debater-se

enganar

enganar-se

esquecer

esquecer-se

iludir

iludir-se

lembrar

lembrar-se

pentear

pentear-se

ver

ver-se

Conjugação dos verbos pronominais

Os verbos pronominais podem ter uma conjugação reflexiva ou recíproca, a depender do contexto.

  • Conjugação pronominal reflexiva

A conjugação pronominal reflexiva é aquela que indica que a ação do verbo ocorre no próprio sujeito que a executa, seja ele singular, seja plural. Os verbos pronominais essenciais têm conjugação pronominal reflexiva. Por sua vez, os verbos pronominais acidentais só terão conjugação reflexiva quando a ação verbal ocorrer no próprio sujeito que a executa. Veja alguns exemplos:

  • Você precisa se atentar mais.

  • Não, você não se atreveria...

  • Nós nem nos penteamos hoje!

Para saber mais sobre esse tipo de verbo pronominal, leia o texto: Verbos reflexivos.

  • Conjugação pronominal recíproca

A conjugação pronominal recíproca acontece quando o sujeito do verbo é plural, ou seja, há mais de uma pessoa executando a ação (“nós”, “vós”, “eles”, “elas”, “vocês”), e essa ação ocorre de uma pessoa para outra, ou seja, é uma ação recíproca porque, dentro desse sujeito plural, a ação ocorre reciprocamente de uma pessoa para outra. Veja alguns exemplos:

  • Eles se entreolharam sem trocar palavras.

  • Elas sempre se falavam pela manhã.

  • Nós vamos nos abraçar em breve.

Colocação pronominal

O pronome oblíquo pode aparecer:

  • antes do verbo (próclise),

  • depois dele (mesóclise) ou

  • entrecortando-o (ênclise).

Veja um exemplo na tabela:

Próclise

antes
do verbo

"Eu me aceito como sou."

Mesóclise

no meio
do verbo

"Aceitar-me-iam se eu fosse como eles."

Ênclise

após
o verbo

"Aceitavam-me genuinamente!"

O que define a posição do pronome oblíquo em relação ao verbo são algumas regras da norma-padrão da língua portuguesa, que prioriza a próclise ou a ênclise em detrimento da mesóclise.

O pronome oblíquo tende a ser atraído para perto de pronomes, preposições, advérbios, palavras que indicam negação, entre outras tendências que definem quando o pronome oblíquo é atraído para antes ou depois do verbo.

Além disso, o pronome oblíquo não deve aparecer em início de oração (embora isso seja muito comum na linguagem coloquial e na oralidade).

Diferença entre verbos pronominais e verbos reflexivos

Os verbos pronominais são todos aqueles acompanhados de pronomes em sua conjugação, podendo ter uma conjugação reflexiva ou recíproca. Os verbos reflexivos, por sua vez, são aqueles cuja ação necessariamente se volta para o próprio sujeito que a executa.

Exercícios resolvidos sobre verbos pronominais

Questão 1 – (Funrio)

TEXTO

PREFÁCIO DE O ADMIRÁVEL MUNDO NOVO

Aldous Huxley

Todos os moralistas estão de acordo com que o remorso crônico é um sentimento dos mais indesejáveis. Se uma pessoa procedeu mal, arrependa-se, faça as reparações que puder e trate de comportar-se melhor na próxima vez. Não deve, de modo nenhum, pôr-se a remoer suas más ações. Espojar-se na lama não é a melhor maneira de ficar limpo.

“Se uma pessoa procedeu mal, arrependa-se...”; o verbo “arrepender-se” só pode ser conjugado na forma pronominal, ou seja, com o pronome “se”. O verbo abaixo que está no mesmo caso é:

A) barbear-se.

B) observar-se.

C) comunicar-se.

D) ver-se.

E) queixar-se.

Resolução

Alternativa E. Entre as alternativas, o verbo “queixar-se” é o único que só pode ser conjugado na forma pronominal. Os demais verbos apresentados podem ser conjugados em outras formas.

Questão 2 - Indique se a conjugação pronominal é reflexiva (RF) ou recíproca (RC).

A) Amar-se é uma dádiva.

B) Ela se olhou no espelho antes de sair.

C) Eles se cumprimentaram secamente.

D) Ele passa muito tempo se penteando.

Resolução

A) O verbo “amar-se” tem conjugação reflexiva.

B) O verbo “olhar-se” tem conjugação reflexiva.

C) O verbo “cumprimentar-se” tem conjugação recíproca.

D) O verbo “pentear-se” tem conjugação reflexiva.

Mais procurados

Uso dos porquês

Conte com o artigo para não errar mais o uso dos porquês.

Hiato

Saiba como separar as sílabas das palavras que possuem hiato.

Vogal temática

Toda palavra possui uma vogal temática: mito ou verdade?

Complementos verbais

Que tal fazer uma revisão sobre complementos verbais agora?

Carteira de Estudante no Brasil Escola

Acesse e saiba como solicitar a sua carteirinha de estudante Brasil Escola. É rápido e fácil!

Mais procurados background