Franz Kafka

Por Leandro Guimarães

Franz Kafka, nascido na cidade de Praga, é considerado um dos mais importantes escritores do Ocidente, autor de obras que se tornaram clássicas, como a famosa narrativa A metamorfose, em que seu protagonista, o caixeiro-viajante Gregor Samsa, é misteriosamente transformado em um repugnante inseto gigante. Suas narrativas, nas quais o tom pessimista  sobressai-se, são reveladoras da fragilidade da condição humana em um mundo cruel e implacável.

Leia também: José Saramago – autor português vencedor do Nobel e do Prêmio Camões

Biografia de Franz Kafka

Franz Kafka nasceu em 3 de julho de 1883, em Praga, cidade da então monarquia austro-húngara. Após concluir o curso secundário, em 1901, ingressou no curso de Direito na Faculdade Alemã de Praga. Depois de concluir a faculdade, começou, em 1907, a trabalhar em uma companhia de seguros, mas logo pediu demissão, por considerar a carga horária abusiva e as condições de trabalho indignas. Em 1908, começou a trabalhar em uma companhia de seguros de acidentes do trabalho, onde permaneceu por quase toda a vida.

Franz Kafka escreveu obras inquietantes, em que a fragilidade humana é desnudada.[1]
Franz Kafka escreveu obras inquietantes, em que a fragilidade humana é desnudada.[1]

Desde 1898 o autor vinha dedicando-se à literatura, porém, sempre insatisfeito com sua produção, destruía os textos originais. A primeira obra publicada, em 1905, intitula-se Descrição de uma luta.

Em 1917, Kafka descobriu que estava com tuberculose, o que o faz afastar-se do trabalho. Com uma vida sentimental conturbada, o autor rompeu dois noivados antes de relacionar-se com Dora Diamant, com quem dividiu um apartamento em Berlim. Em razão do agravamento de sua saúde, voltou, em 1924, para a casa de seus pais, em Praga. Nesse mesmo ano, foi internado em um sanatório próximo a Viena. Sua morte ocorre em 3 de junho de 1924, pouco antes de completar 41 anos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Características literárias de Franz Kafka

  • Temáticas ligadas à alienação, à violência física e psicológica;
  • Personagens complexos psicologicamente;
  • Tom pessimista que expressa desencanto diante do mundo;
  • Representação do conflito do homem com a burocracia;
  • Solidão e dor.

Obras

Novelas

  •  A metamorfose (1915)

Romances

  •  O desaparecido (1927)
  •  O processo (1925)
  •  O castelo (1926)

Contos

  •  Na colônia penal (1919)
  •  Um médico rural (1919)
  •  Um artista da fome (1922)
  •  A Grande Muralha da China (1931)

Veja também: Conto fantástico – gênero literário muito explorado por Kafka

A metamorfose

A metamorfose, novela publicada em 1915, é considerada a mais célebre obra de Franz Kafka e uma das mais importantes da história da literatura. O enredo gira em torno do caixeiro-viajante Gregor Samsa, que, misteriosamente, sem que o leitor saiba as razões, é transformado, em seu quarto, na casa de seus pais, em um inseto monstruoso.

A partir desse inusitado acontecimento, as reações da família do protagonista, quando percebe o que aconteceu com um de seus membros, e as ações de Samsa, metamorfoseado em inseto, são narradas com extremo realismo, o que naturaliza para o leitor o evento trágico e grotesco acontecido na vida de um outrora homem comum. Veja o trecho inicial de A metamorfose:

“Quando certa manhã Gregor Samsa acordou de sonhos intranquilos, encontrou-se em sua cama metamorfoseado num inseto monstruoso. Estava deitado sobre suas costas duras como couraça e, ao levantar um pouco a cabeça, viu seu ventre abaulado, marrom, dividido por nervuras arqueadas, no topo do qual a coberta, prestes a deslizar de vez, ainda mal se sustinha. Suas numerosas pernas, lastimavelmente finas em comparação com o volume do resto do corpo, tremulavam desamparadas diante dos seus olhos. — O que aconteceu comigo? — pensou.

Não era um sonho. Seu quarto, um autêntico quarto humano, só que um pouco pequeno demais, permanecia calmo entre as quatro paredes bem conhecidas. Sobre a mesa, na qual se espalhava, desempacotado, um mostruário de tecidos — Samsa era caixeiro-viajante —, pendia a imagem que ele havia recortado fazia pouco tempo de uma revista ilustrada e colocado numa bela moldura dourada. Representava uma dama de chapéu de pele e boá de pele que, sentada em posição ereta, erguia ao encontro do espectador um pesado regalo também de pele, no qual desaparecia todo o seu antebraço.”

Na ilustração que remete ao personagem Gregor Samsa, misteriosamente metamorfoseado em um inseto monstruoso.
Na ilustração que remete ao personagem Gregor Samsa, misteriosamente metamorfoseado em um inseto monstruoso.

Frases de Franz Kafka

  • “Acreditando apaixonadamente em alguma coisa que ainda não existe, nós a criamos.”
  • “Comece com o que é certo em vez de o que é aceitável.”
  • “A solidariedade é o sentimento que melhor expressa o respeito pela dignidade humana.”
  • “Quem possui a habilidade de ver a beleza, nunca envelhece.”
  • “De um certo ponto adiante não há volta. Esse é o ponto que deve ser alcançado.”
  • “A literatura é sempre uma expedição à verdade.”
  • “Na luta contra o resto do mundo, aconselho-te que te ponhas do lado do resto do mundo.”
  • “A incitação à luta é um dos meios de sedução mais eficazes do mal.”
  • “Quem procura não acha, mas quem não procura é achado.”
  • “Um livro deve ser o machado que quebra o mar gelado em nós.”

Crédito da imagem

[1] Natata / Shutterstock

Mais procurados

Uso dos porquês

Conte com o artigo para não errar mais o uso dos porquês.

Cedilha

Afinal, por que a cedilha não está entre as letras do nosso alfabeto?

Modo dos verbos

O verbo pode ser flexionado de três formas diferentes. Revise já!

A ou há?

Aprenda agora mesmo a usar cada uma dessas expressões.

Carteira de Estudante no Brasil Escola

Acesse e saiba como solicitar a sua carteirinha de estudante Brasil Escola. É rápido e fácil!

Mais procurados background